22 abril 2014

Receita: Manteiga de Amêndoas Caseira



GENTEEEE ISSO É UMA TENTAÇÃO! PERFEITA ESSA RECEITA Quem me deu a ideia foi minha coisinha fofa @fat_and_fit quando fomos juntas fazer comprinhas! A amêndoa é uma oleaginosa super saudável, minha nutri mais que linda @virginiacampos_nutri me manda colocar amêndoas laminadas em tudo kkkk É uma gordura boa pra gente! Mas é gordura ENTÃO É CALÓRICA! Uma colher de sopa tem em média 100 calorias e 7g de gordura! Eu não sou nutricionista então não sei se você pode consumir nem a quantidade, converse com o seu! Maasss como nessa nova fase lowcarb posso comer muitas gorduras boas, tô no paraísooooo

RECEITA:
■ 300g de amêndoas sem sal e sem pele

1) Deixe as amêndoas por 15 minutos no forno a 200 graus pra dar uma torradinha, isso facilita o processo e deixa a manteiga mais gostosa!!
2) Coloque as amêndoas ainda um POUCO quentes no processador (não dá pra fazer no liquidificador gente!!)
3) Bata ETERNAMENTE! Demora mesmo, uns 20 minutos! Primeiro vira uma farofa grossa e a gente acha impossível virar manteiga mas VIRA SIM BRASIL!!

Vá parando sempre o processador pra não queimar e raspando as bordas com uma colher pra misturar bem! Demora? Sim! Mas vale muitooooo a pena, resulta em um produto caseiro, fonte de minerais e gorduras boas que dura um tempão na geladeira (o máximo que eu demorei a comer foram 20 dias!) . E é uma DELICIA!!! Cada dieta é individual, mas quem puder SE JOGA! ♡♥♥ #projetolarilins

21 abril 2014

Campanha #vcnsabedoqueelaehcapaz!


#vcnsabedoqueelaehcapaz! E eu também não sabia! A ELA (Esclerose lateral amiotrófica) é uma doença INCURÁVEL que leva à perda gradativa dos movimentos dos músculos! É uma enfermidade que atinge milhões de pessoas, como atingiu o médico Hemerson Gama @gamacasado que iniciou uma luta para arrecadar 1 milhão de reais para pesquisas de cura para a ELA!! No perfil @deummilhaoparaela tem todas as informações de doação!

Esse médico é um guerreiro, já perdeu o movimento de algumas partes do corpo mas não desistiu de lutar por um sonho, mesmo tendo recebido diagnóstico fatal! SE CADA UM DOAR UM POUQUINHO CONSEGUIMOS UM MILHÃO RAPIDINHO!! Imagina: podia ser você, sua irmã ou seu filho, VAMOS AJUDAR O PRÓXIMO! Vamos mostrar a ELA que ELA não sabe do que NÓS SOMOS CAPAZES! #projetolarilins

17 abril 2014

REPOST: Inspiração pra vida: Liliane Aparecida

Oi gente!
Estou emocionada com a história de hoje...A querida Lili do IG @liliprojeto70kilos já pesou 170kg, é isso mesmo, 170kg e hoje é um exemplo, é uma mulher muito forte, que descobriu forças para superar seus limites e servir de inspiração para muitas pessoas. Liliane Aparecida quer chegar aos 70kg, alguém duvida que ela vai conseguir?
Eu deixei que a Lili contasse sua história e sinceramente, não tenho mais nada a dizer, é a história mais incrível que eu conheci, a maior superação que eu já vi uma mulher alcançar.

Parabéns, Lili. Sou sua eterna fã!



Este é um resumo da minha história, sou Liliane, tenho 35 anos e 1,66 cm de altura e 98 kilos (01/12/2013).
Tenho um histórico de obesidade desde criança. Na escola sempre sofria com preconceitos e mexericos e era conhecida como a menina “bolinha de sabão”. Conheci meu primeiro veneno (remédio para emagrecer) por volta dos 20 anos, quando já estava com 120 kilos. Tomei reductil, e em exatos 07 meses emagreci 60 kilos. Tava no auge, quando em pouco mais de 01 mês que tinha largado remédio, e tive uma decepção amorosa daquelas, engordei tudo e mais um bocado... Sempre lutando, fazendo dietas, exercícios físicos e tomando as “bolinhas”... Em meados de 2005 resolvi com a cara e a coragem mudar de cidade (morava em Porto Velho e fui para Goiânia) em busca de novos caminhos e acabei vivendo uma história que me rendeu, inesperadamente, o que hoje é o motivo de estar viva, que é meu filho Rafael.



Quando soube que estava grávida, tinha exatos 106 kilos. Para mim foi um choque, pois havia acabado de voltar pra minha antiga cidade e sem estar junto com o pai dele. A primeira pessoa que soube da minha gravidez foi minha mãe, que me xingou toda, mas que me acolheu e me deu o suporte necessário para poder encarar o que vinha pela frente. Mas infelizmente, não pude contar com o apoio de algumas pessoas, e isso acabou me abalando muito e me fazia descontar imediatamente na comida. Sim... Infelizmente eu comia muito, inclusive tendo crises compulsivas. Tinha semanas que ia ao médico obstetra e ele fica louco comigo por ter engordado 06 kilos de um mês a outro. Depois de muitas crises de choro, angústia, uma gravidez de risco devido a pressão alta no final, cheguei no auge dos 170 kilos. Mas apesar de tudo isso, meu filho nasceu super saudável, pesando quase 5 kilos e lindo!
Após o nascimento dele, meu peso oscilava entre 120 kilos a 150 kilos... Sempre. Não conseguia baixar.. Estava cansada de lutar... Até que um dia, senti uma dor forte no peito e falei para minha mãe que não estava me sentindo bem.. Fui internada com princípio de infarto e gordura no fígado. Na hora pensei no meu filho! Meu Deus, quero vê-lo crescer!!! Dias depois conversei com a minha prima, Renata, que mora em Belo Horizonte, que me fez chorar tanto no telefone.. parecia tudo que eu precisava ouvir naquele momento. Sou grata com ela até hoje por isso.



A partir deste dia comecei a me reeducar. No começo é complicado mesmo. Eu falo que vivo 24 horas do dia com fome. Mas é verdade. Procuro sempre estar fazendo algo para me distrair. Conheci os shakes e adaptei com alimentação balanceada da minha nutricionista Andrezza. Conheci a musculação através do professor Maurício, que passou um treino especifico para meu corpo e acreditou na minha capacidade de mudança. Fiz boxe por um período com o professor Leandro, mas tive que parar. Nessa perseverança diária já se foram 72 kilos em 01 ano e 08 meses. Também fiz drenagem linfática e manta térmica, o que ajudou muito a diminuir minha retenção de líquidos.
Como estava muito gorda, precisarei futuramente fazer cirurgias reparadoras, mas agora meu pensamento é continuar no foco e emagrecer os 28 kilos que me restam, para bater a meta dos 100 kilos emagrecidos!
Não posso aqui deixar de citar um enorme exemplo que tive e tenho durante minha caminhada. Meu irmão, Ricardo, basicamente da mesma forma, emagreceu 90 kilos e transformou o corpo dele, com muita musculação, caminhada, boxe e muai thay. No meu instagran @projetolili70kilos tem fotos dele e minhas. Gosto de compartilhar a experiência de ter emagrecido até agora 72 kilos com pessoas que estão também lutando por uma vida mais saudável.
É mentira não dizer que estive a poucos metros de uma mesa de cirurgia bariátrica na época. Mas minha mãe pediu que não a fizesse. Aliás, minha mãe foi uma enorme incentivadora para que eu alcançasse uma vida mais saudável, sempre cozinhando verduras, legumes e fazendo muita salada. Uma vez ela me disse que o que estava faltando era “vergonha na cara”. Poxa, e não é que ela tinha razão? Infelizmente, em janeiro deste ano (2013)  ela se foi.  Nós éramos muito ligadas e isso me deixou muito abalada. Até andei engordando um pouco, pois me senti muito sozinha. Graças a Deus, existem anjos sem asas em nossas vidas né? Tenho alguns amigos maravilhosos que me apoiam muito e não me deixam cair. No próprio instagran tem algumas pessoas que são lindas de personalidade e te abrem o coração, te incentivando cada dia mais a alcançar os objetivos. Também conto com apoio psicológico o que vem me ajudando muito, com a Drª. Julianne.


Neste caminho temos altos e baixos sim. Tem horas que dá vontade de jogar tudo para o alto e descontar na comida. Mas, paro pra analisar, olho para meu filho e tenho a mais absoluta certeza de que tudo tá valendo a pena sim. Eu falo para as pessoas que não faço uma PRIVAÇÃO ALIMENTAR, mas uma REEDUCAÇÃO ALIMENTAR. Amo as receitinhas deliciosas  low carbs da Dukan, faço muitas. É a minha salvação na hora da vontade do brigadeiro fake.
Minha alimentação é basicamente de muita salada, legumes, verduras, proteínas. Consegui conciliar os shakes (tomo porque gosto) com proteínas. Como de 3 em 3 horas. Tomo no mínimo 6 litros de água por dia, junto com muito chá verde. Não estou aqui para determinar o que é certo ou errado para cada pessoa. Acho que devemos buscar sempre o melhor e adaptar em nossas vidas. Na medida que você vai emagrecendo, vai ficando mais difícil. Cada grama perdida é uma vitória. E ainda vou conseguir os meus sonhados 70 kilos estabilizados.
Estou descobrindo uma paixão nova que é a corrida. Lógico que ainda não consigo dar aquela corrida, mas já estou começando com meus trotes na esteira e estou adorando! Infelizmente não posso me esforçar o tanto que gostaria, pois tenho problemas nos dois pés. Sinto dores terríveis, principalmente no pé esquerdo. Sou uma pessoa normal, com as lutas diárias de qualquer mulher, que trabalha, cuida de casa, cria um filho lindo sozinha e que quer vencer a luta contra obesidade.
Para poder melhorar do pé, estou fazendo fisioterapia. E estou reiniciando a atividade física fazendo bicicleta e já poderei fazer musculação novamente na parte superior. Estou feliz com isso porque adoro fazer atividade física. Ainda penso muito em voltar para o boxe, pois é minha outra paixão!
Eu sempre digo, principalmente no insta que nada faz milagre. O milagre quem faz é você, sua força de vontade, sua determinação, seu foco e sua fé. Com isso você vence. O principal é a mudança na cabeça. Emagrecer a mente ajuda muito. Não adianta você querer ser magro e ter cabeça de obeso. Tenha objetivos alcançáveis. 



Emocionante né, gente?
Mil vezes parabéns Liliane, você não é a nossa inspiração da semana, é a nossa inspiração pra vida! ♥
#projetolarilins

16 abril 2014

Os benefícios da banana!

Hoje vou deixar pra vocês um artigo muito legal do colaborador do meu blog @personalvictor, em que ele explica um pouco sobre a banana pra gente! Lembrando sempre que cada pessoa é uma pessoa e portanto nenhum alimento é bom pra TODO MUNDO!



Um dos alimentos mais cultivados do planeta, a banana é fundamental para nossa saúde. Pesquisadores Britanicos e Italianos, das universidades de Warwick e Nápoles, respectivamente, avaliaram 11 estudos e constataram que a ingestão de 1,6 mil miligramas de potássio por dia, reduz em 21% as chances de derrame (AVC). 

banana é conhecida como um dos alimentos mais completos e constitui uma inesgotável fonte de hidratos de carbono, potássio, sódio, fósforo, cloro, magnésio, enxofre, silício, cálcio, niacina, vitaminas A, B1, B2, e C. Possui um aminoácido chamado triptofano, um precursor direto da serotonina que produz sensação de bem estar e saciedade. A banana verde é ainda mais benéfica porque é rica em amido resistente e apresenta propriedades funcionais, sendo utilizada para a prevenção de doenças crônicas como o diabetes, obesidade e hipertensão arterial. 

A banana nesta fase de maturação contém menores percentuais de amido, sacarose e açucares o que contribui para a redução da quantidade de calorias por unidade! "Ainda nesse estudo do Journal of American College of Cardiology, os pesquisadores estimaram a redução de cerca de um milhão de mortes por AVC, utilizando apenas de hábitos saudáveis com a redução de sal na dieta, consumo de mais porções diárias de frutas e legumes e prática de exercícios físicos. Ta esperando o que para mudar seus hábitos e se matricular em uma academia? Um AVC? Bons treinos!

E hoje não é quarta, já é sexta!! Vamos ficar felizes kkk #projetolarilins

13 abril 2014

Déborah Aquino: A história de uma guerreira.

Oi meus amores!

Essa semana eu falei muito sobre amor, desde que fiz o encontro de jovens com Cristo parece que alguma coisa "acordou" em mim, sabe? Percebi que o amor é a coisa mais importante da vida: amor a Deus, aos nossos pais, familiares, amigos,e o amor PRÓPRIO, que é o que me motiva a continuar essa jornada em busca da saúde!

Eu conheci há muitoo tempo uma mulher abençoada chamada Deborah Aquino(instagram @blogdadebs) . A Debs foi uma das minhas primeiras entrevistadas aqui no blog(podem conferir a entrevista aqui), sempre a achei uma das pessoas mais verdadeiras do instagram, um exemplo incrível de mulher, esposa e mãe. Lembro de ter ficado MUITO compadecida quando soube que a Debs estava com câncer. Pensei: Mas como assim? Logo a Debs??? Me lembro que perguntei muito a Deus porque logo com ela...E aos poucos eu recebi e percebi a resposta: porque Deus confiou na Debs a missão de mostrar que é possível sim superar um câncer, com muito amor e esperança.



Deus confiou  a essa minha amiga querida uma situação que para muitos seria o FIM, mas para ela foi apenas um recomeço. Eu imagino quantas pessoas passam por essa situação e criam forças vendo sua luta diária, Debi. Eu imagino quantas pessoas tem mães, pais, irmãos e amigos com câncer e vêem em ti uma esperança. Você é verdadeira, nunca escondeu seus momentos difíceis, mas nunca perdeu a fé. E o que falar do seu amor pela sua família? Ágape. Simplesmente incondicional.

Me arrepio toda vez que vejo algum post da Debs falando da sua filhinha Duda, da maneira como ela vem lidando com isso, lembro que meus olhos encheram de lágrimas quando a Debi falou que a Duda queria raspar a cabeça pra ficar igual a mamãe. É por isso que vale a pena viver. É pra ver momentos como esse que vale a pena estar viva, minha amiga.

Passei muito tempo pensando que uma entrevista poderia mostrar ao mundo de fato a força dessa mulher, que podia ajudar a todos nós e nos mostrar que nada é duro demais que não possamos aguentar e ajudar as outras pessoas, mas eu não queria invadir o espaço dela. Não queria JAMAIS tornar essa entrevista um peso, uma coisa incômoda. Lembro que mandei o e-mail e falei: Debi, esse é um momento seu, eu não quero nunca te incomodar, não quero te causar mais dor, é apenas um convite de alguém que te quer bem, que acha que sua história pode mudar a vida das pessoas, mas entendo perfeitamente seu silêncio.

Enviei meio insegura até se receberia resposta, eis que se passou uns 40 minutos e a Debi me responde: "Lari querida! Pode mandar as perguntas! Aproveita q to no modo aviao rs e vou respondendo e te mandando pra vc montar o post. Faco com o maior prazer. Te acho uma querida!"

E eu fiquei tipo: eu sou sua fã, como você me acha uma querida? Tipo, oi? KKKKKKKK Mas brincadeiras a parte, fiquei muito feliz e emocionada, quis fazer um trabalho com muito RESPEITO E CARINHO pelo momento da Debs e acho que ficou incrível, motivador, inspirador. A melhor entrevista e mais humana que eu já fiz na vida.



Obrigada de coração e de alma, Debi. Deus te proteja, te ilumine, e guarde sempre você e sua família sob os cuidados Dele. Amém. ♥


1) Debinha, sei que já te disse isso mas é uma honra voltar a te entrevistar, sabes que sou sua grande fã! Obrigada por confiar em mim e abrir sua vida assim tão espontaneamente.... Bom, primeiramente, quando e como você descobriu o câncer? Você teve algum sintoma ou foi em um exame de rotina?

Em abril de 2013 eu senti um nódulo em auto-exame mesmo na mama esquerda, próximo à costela. Fiquei apavorada, liguei pro meu gineco e fiz a mamografia e o ultrassom. Esses exames, acusaram 4 nódulos, mas todos com aspecto de benigdade. Eu pedi pro meu GO para fazer uma biópsia. Sou muito ansiosa e lá no fundo, já tinha alguma coisa que me dizia que tinha alguma coisa. Sabe tipo grávida, quando sente que está grávida? Apesar de ter dado birads 3, ele pediu i biópsia. Só que no dia do procedimento, foi feita uma biópsia por punção. Nesses casos, o material colhido são apenas células e não fragmentos do tumor. E um tumor maligno pode ter células beningnas. O pedido foi de uma CORE, que tira fragmentos do Tumor, mas como eu tinha prótese e no laboratório ficaram com medo de perfurá-la, foi feita a punção. 

O resultado veio como ausência de células malignas. Fiquei bem, mas ainda meio encanada, porque queria tirar o nódulo. Meu medico explicou que em casos de tumores benignos, fibroadenomas, você pode tirar e ele voltar. Então, optamos por acompanhar. Em agosto, eu sentia latejar o mesmo nódulo e comecei a sentir mais 2 na auréola. Procurei um mastologista - que não foi o Dr Waldemir Rezende que foi quem me operou, ele pediu uma ressonância e de 4 eu já tinha 8 nódulos, birads 3. eu fiquei apavorada com essa multiplicação, mas esse masto insistiu na benignidade. Eu estava nas vésperas da maratona, de viagem de lua-de-mel, acabei desencanando um pouco. Quando voltei de Berlim, meu treinador me deu um período de descanso e foi quando aproveitei para fazer todo meu check up. Pedi ao meu medico dr Ronaldo Arkader, que é endócrino, mas médico de família, sabe?, que me indicasse outro masto. Falei pra ele: "Quero o melhor de Sao paulo, tenho certeza que tenho alguma coisa". O Dr Wlademir não é o melhor de Sao Paulo porque é caro. Ele trabalha no HC, foi o primeiro a tratar gravidas com cancer, sem precisar abortar o feto. É uma das pessoas mais humanas que conheci. Fui até ele, ele olhou todos os meus exames, quase duas horas de consulta e me disse: "você esta com cancerofobia. Todos os seus nódulos sao redondos, têm aspecto de benignidade. Vamos fazer assim: para você não ficar desesperada, vamos repetir a Ressonância em fevereiro".

 Eu não sei explicar pra você o porquê, mas quando fui fazer meu check up, pedi ao Ronaldo que me desse um novo pedido de ressonância das mamas. Todo mundo me chamando de neurótica, louca, mas fiz. E deu birads 4. E de 8 nódulos em agosto, agora, em novembro, eu tinha 12. Eu sabia que tinha algo errado! E precisei de uma biópsia. Liguei pro Dr Waldemir, expliquei, ele riu e disse: "Você é teimosa! Vamos fazer a biópsia, mas não vai dar nada, seu nódulo é muito redondinho." Foi quando fiz a CORE do MESMO nódulo onde tinha sido feita a punção de abril e veio o diagnóstico: carcinoma invasivo. Eu tinha câncer. Voltei no Dr Waldemir e fiz tudo com ele. Ele sempre diz que meu caso, pra ele, vai ser inesquecível. Ele só faz isso, quando me operou e pegou meu tumor na mão, disse que era um fibroadenoma sem dúvida,pela cara dele. 




2) Imagino o impacto que a palavra "câncer" deve causar, o que você pensou quando soube e como contou aos seus amigos e familiares?


Eu só tive coragem de ler o meu laudo, depois da minha cirurgia. Quem me deu a notícia foi o Dr Ronaldo. Ele me ligou e disse: "Preciso que venha aqui na clinica meio-dia". Eu falei: "To com cancer, ne?". Silêncio do outro lado. Ele disse depois de uns minutos: "Está. Mas calma, já falei com o Waldemir, vai ficar tudo bem. Vem pra cá." A partir daí, eu anestesiei. Eu lembro que estava na sala de espera da minha dermato sozinha com a Duda. Dia 18/12/13. o Fabio viajando a trabalho. Ela olhava pra mim e dizia: "Mamãezinha, não chola". ( estou parada aqui na frente do pc me acabando de chorar).Sabe a primeira coisa que me veio à cabeça? Quanto tempo eu deixei de passar com ela, quantas vezes ela me chamou pra brincar e eu falava "pera um pouquinho que a mamãe está respondendo uma coisa"E estava em whats app, instagram, email.

 Quantas vezes ela me pediu pra ir no parquinho, pra vir na janela ver uma estrela e eu queria ver um programa na tv. E agora estava ali, sem sabe realmente o que eu tinha, se todos os outros nódulos eram malignos, se tinha quimio, se tinha metástase. Se eu ia vê-la crescer, se ia ver ela aprender a ler e escrever, se ia vê-la ficar mocinha, enfim… não é piegas, gente. É isso. Você vê a morte ali na tua frente. Até porque as pessoas fazem questão de associar o câncer à morte. Não tive coragem de contar pro Fabio. O Dr Ronaldo ligou pra ele e pediu pra ele voltar pra São Paulo. Só liguei pra minha mãe e pra Priscila, uma das minhas melhores amigas. Quanto ao Instagram. Ia desativar minha conta. Não estava dando conta daquilo comigo mesma.

 Eu sempre fui muito transparente lá. Sou o que sou e ponto. O Fabio fala que me exponho demais. mas essa é minha verdade. Essa sou eu. Sumi 4 dias. E resolvi contar. E dali, recebo as MAIORES demonstrações de carinho e força que eu jamais imaginei receber.

3) Acho linda demais a maneira como você não escondeu nada da sua filhinha, a Duda. Como você contou para ela e como ela está lidando com a situação?


Como disse, ela estava no dia que recebi a noticia. A Dra Chris, minha dermato, pegou a Duda e foi brincar com ela até eu me acalmar. Eu não sabia como lidar com ela, aí, conversando coma Carol Buffara, ela me disse: 'Faça como naquele filme A VIDA É BELA. Não esconda nada, mas faça de um jeito lúdico" E foi essa nossa opção. Sentamos com ela e explicamos que a mamãe tinha um dodói no peito e que ia dormir 3 noites no hospital. mas que o médico ia tirar o dodói e ia ficar tudo bem. Quando voltei pra casa, com dois drenos e sem mobilidade do braço esquerdo, eu sempre a chamava pra ajudar minha mãe ou o Fábio nos curativos. Ela ia pra academia, lá tem um child care, fazia desenhos, voltava e dizia: "mamãe, eu to fazendo esses desenhos pa voxê ficá boa logo, ta?". Não tem como você não tirar forças disso. 

Quando comecei a quimio, resolvemos não falar nada. Podia ser que eu tivesse reações péssimas, podia ser que não. Na 3 quimio, fiquei muito mal. De cama, sem conseguir abrir os olhos. Então, quando melhorei, dissemos pra ela: "Duda, lembra o dodói que a mamãe teve no peito? Então, agora, a mamãe  vai tomar uma vacina da bela Adormecida, que dá muito sono"Sabe o que ela disse? "Mamãe, não tem poblema. Eu te empesto meu pincipe (o Fábio)". Em relação à careca, o problema é mais na nossa cabeça que na das crianças. Ela usa lenço junto comigo, quando ela quer. Porque ela queria ficar careca rs Então tivemos a ideia do lenço.




4) Eu sei que você ama correr, como está sendo essa questão da atividade física para você? Eu sei que o tratamento deixa o corpo debilitado, mas estou te vendo indo à luta na academia! Quais as restrições e o que é permitido?


Quando passei na primeira consulta com o onco ele me disse: "você tem que fazer atividade física. Não pode parar. mas o seu limite é o seu cansaço. Não é pra correr uma maratona". Nas duas primeiras quimios, eu conseguia correr bem, estava correndo 10km 3x por semana ainda. mas eu amo correr. E pra mim, tem que ser prazer. A partir da terceira, virou um horror, porque ficava muito cansada. Então fiquei com a natação e a musculação até o fim do tratamento.

5) Como está atualmente a sua dieta? Imagino que deva haver uma preocupação com a perda de peso, né? Ao mesmo tempo, penso que em alguns momentos você deve se sentir enjoada pra comer(só penso mesmo, não tenho conhecimento nenhum).


A minha dieta está sendo supervisionada totalmente pelo meu onco. Eu passo com a Yana, minha nutri e mandamos tudo pra ele. Eu tenho uma facilidade muito grande em trocar massa magra por gordura. Eu emagreço e fico com % de gordura lá em cima. Meu onco foi muito enfático: 'Não é pela estética, mas seus exames têm que estar bons pra você não pular nenhuma quimio". Então. o que foi cortado: carne vermelha por causa de hormônios ( meu tumor era 98% positivo pra receptores hormonais), frango, ovos, frutas e verduras, só orgânicos e açúcar. Então, minha dieta permanece equilibrada como antes, o problema, é que a quimio dá uma vontade louca de doces. Você não pode se jogar, então tenho me controlado muito. 



Gelatina aqui em casa, vai como água. Vou fazer dois tipos de quimio: as vermelhas e as brancas. As vermelhas - que são as que enjoam- já foram. E enjoam… Você toma um remédio pré quimio, na veia, que atua diretamente na hipófise, que controla o enjôo pelo sistema nervosa central. Mas, pra você ver como o negócio é punk, enjoa mesmo depois. Eu não vomitei. mas passava 3 dias a base de suco de maracujá, açaí ou melancia… Então eu ganhava uns quilinhos na semana "boa" e perdia 3 por causa dos enjôos. E infelizmente, não tem  o que fazer. Come o que dá. Então, a Yana montou um plano alimentar pra mim que era assim: nos 3 dias pre quimio, era como se eu fosse fazer uma maratona. Estocar energia. Dieta super calórica. Porque nos dias pós qt, não dá pra seguir nada, só seu corpo.



6) Qual foi a maior mudança que você percebeu fisicamente? E psicologicamente? Para mim você sempre foi uma mulher alegre e incrível, mas sinto que desde a doença você simplesmente virou uma pessoa iluminada, com amor pra dar e vender!


Fisicamente, tantas… rs Desde o cabelo que cai, às cicatrizes da cirurgia, o catéter que fica subcutâneo, mas dá pra ver porque sou magra. Perdi um pouco de massa magra, mas, sinceramente, as físicas são o de menos num processo como esse. Voc6e passa a dar valor pra outras coisas. Eu era bem neura com corpo, principalmente depois da gravidez da Duda, mas muda. Não tem como não mudar. A ida saudável hoje, não é pra ser sarada. É pra viver. Psicologicamente, posso te dizer que aquela Deborah, morreu dia 18/12/13. E outra nasceu dia 28/12/13, que foi quando operei. Eu não sei te dizer ainda que é essa nova Debs. Sei que é mais paciente, mais comprometida com a minha família. Eu tenho 304985734087 grupos de whatsapp, as pessoas reclamam porque não sou mais tão ativa, porque não respondo, porque não ligo. Esse é um momento muito meu. O câncer é um processo de auto-conhecimento profundo. Parece que alguém foi lá no baú, onde você tinha tudo guardado, abriu e falou: "Agora arruma essa bagunça". Eu aprendi que amigos, não são aqueles que você precisa falar a toda hora. Amigos são aqueles que mesmo sem você falar há anos, são aqueles que te mandam uma mensagem, que sabem que você não vai responder porque está no seu momento e sabem que se você precisar, você vai gritar. Eu deixei de ter 50 turmas, pra ter poucos e bons amigos. 

Não estou amarga. Estou introspectiva. Nunca olhei pra dentro de mim efetivamente. E é MUITO difícil você dar de cara com você mesmo, sem máscaras. Mas é engraçado que quando você se olha no espelho e fala: "Quem é você?", vêm muitas respostas, vêm muitos insights, vêm um filtro que tira e põe pessoas na sua vida. Com o câncer eu aprendi a não guardar mais nada. Senti, eu falo. Não sou grossa, não é meu jeito, mas tenho procurado ser mais sincera e menos política. Aprendi a redimensionar problemas. Antes uma dor na calcanhar era o fim do mundo. Hoje, cada problema tem seu deviso espaço, inclusive o câncer.




7) Qual o momento mais difícil dessa constante luta? E qual o momento mais "suave", se podemos chamar assim? Imagino que todo o amor que você tem recebido esteja sendo super importante!


Pra mim, o momento mais difícil é o da quimio. Não tem jeito. A minha cabeça é boa, eu trabalho muito ela, mas ir lá, furar o catéter e ficar 3hs recebendo a medicação, pra mim, ainda é difícil. Eu tento meditar, pensar que é a minha cura, mas acho que ainda não cheguei nessa evolução. Então, por isso, levo sempre um amigo diferente a cada quimio. Por aquelas 3horas, eu fico imersa em outro mundo. Pra mim, foi a melhor forma de encarar. O momento mais suave ( ele existe!), é quando passam os efeitos! Como é bom! Eu sempre respondia a todos os comentários, mas hoje não consigo mais. mas leio todos. Todos mesmo. Alguns sao tao lindos, que eu printo pra ler quando estou meio pra baixo. Não quero que as pessoas pensem que é um bicho de 7 cabeças, mas também não é tão rosa como pintam. Tem sim, momentos MUITO DIFICEIS, mas eles simplesmente PASSAM! Então, é uma questão de aprender a controlar a ansiedade. Choro, e muito. Mas chorar faz bem. Não é revolta, essa fase já passou. É de alívio, de felicidade, de qualquer coisa!

8) Você ficou incrível careca, um exemplo de mulher! Foi difícil quando seu cabelo começou a cair? E hoje em dia, você tem lidado bem com isso? 


Eu queria raspar a cabeça antes de começar a quimio. Minha terapeuta me convenceu a cortar curto primeiro, pra eu poder me acostumar! rs Com isso, ganhei 1 mês ainda de cabelo! rs Na segunda quimio eles começaram a cair. Eu não queria ver ficar caindo tudo. Fui no meu cabelereiro e pedi: "Raspa". Chorei. Muito. mas depois, comecei a pensar, que todo aquele cabelo, estava levando tudo de ruim, todas as mágoas, todas as tristezas da minha vida. Todo mundo fala que estou bonita careca. Sinceramente: não tem uma mulher que fique feia careca quando passa por essa luta. A beleza está dentro. Somos guerreiras, sabe… Não é "só" perder o cabelo…O cabelo é uma moldura que às vezes não te deixa enxergar quem você realmente é. Se olhar no espelho com um cabelo loira lindo e perguntar: QUEM É VOCÊ? , é bem diferente de se olhar careca e fazer a mesma pergunta!

9) Se você pudesse dar um conselho para quem está passando por essa situação, qual seria? O que é que mais te motiva a continuar?


Eu só posso dizer uma frase minha que adotei com mantra: QUEBRAR NÃO É UMA OPÇÃO NEM NA CORRIDA NEM NA VIDA. Não desista. Tem horas que dá vontade de mandar tudo pra pqp? Têm. Para, respira e pensa que a cura está bem ali na linha de chegada. E faça de tudo para garantir qualquer % de cura. Eu sempre digo: 1% de R$1,00 é pouco. mas 1% da minha vida? Meu deus! É coisa demais da conta. O que me motiva: minha família. tenho uma filha LINDA, ESPECIAL MESMO. Tenho um marido parceiro, leal, paciente. Não é qualquer um que aguenta esse processo todo. O Fabio está a pessoa mais importante nisso tudo, em termos de conversar comigo, de me ouvir, de me dar colo. Sei que vamos sair outro casal disso tudo. E minha mãe, que é uma guerreira de vida. Queria ser metade do que ela foi quando descobriu o câncer de mama dela.




10) Você mesma disse que encarou o câncer como um "presente", uma maneira de ajudar as pessoas. Hoje em dia você ainda encara dessa forma?Muita gente não sabe as etapas do tratamento do câncer de mama, atualmente, como está sua rotina, Debs? E qual o prognóstico médico para o seu caso?



Agora ainda mais!! O câncer me trouxe pessoas de volta, amigas que eu não via  há anos. Me trouxe poucas e novas amigas, mas que têm sido igualmente importantes. Tirou da minha vida pessoas que não eram pra ficar. Sem mágoas! E me trouxe uma nova Debs, muito, mas muito melhor. 
Eu tirei um período "sabático", vamos dizer assim, durante a quimio. Você tem por direito esse período. Quis ficar mais com a Duda, escrever, porque me alivia a alma, pintar. Meu tratamento foram 4 quimios vermelhas, uma a cada 14 dias e agora 12 brancas 1 por semana. Como tirei linfonodos da axila, fiquei com uma restrição de movimento, então faço fisio. E vou pra academia três vezes por semana. "Estou" mãe e dona-de-casa. O prognóstico é bom! Meu tumor, apesar de ser um carcinoma invasivo e nao in situ, que seria o melhor de todos os prognósticos, era grau 2, chances de metástases baixas, o Dr Wlademir diz que ;e um tumor bonzinho. rs Não existem 100% de chance de cura. Depois desse tratamento, tenho 10 anos de um comprimido chamado TAMOXIFENO, para garantir mais um pouquinho. Esse período é o chamado estado de vigília. Depois de 10 anos eles te consideram curada. Meu caso tenho 95% de chances de cura. É muito!!! Entao, estou pensando por etapas. não posso também ficar neurótica, como fiquei há um tempo atrás, achando que ia ter recidiva por causa desses %%. A partir daí, a cabeça vai mandar nisso.



11) Por último, obrigada de coração, Debs. Queria te dizer que sempre te desejei tudo de bom, rezei e rezo por você, tenho fé em Deus, sei que ele está cuidando e iluminando cada pedacinho do seu caminho, sei que você é uma vitoriosa e que o seu caminho de vitória está traçado! Qual a maior diferença entre a Debs de "antes" e a Debs ainda mais linda maravilhosa de agora? 


Juro que fiquei uns 9 minutos sentada aqui pensando na MAIOR diferença. Sabe qual foi? Nasceu uma MÃE. Eu era um mulher que tinha uma filha linda, que adorava brincar de "boneca". Hoje, sou mãe. Posso dizer que sei o que é isso só hoje.  


Espero que tenham gostado, e que possamos tirar muito aprendizado e coisas boas com esse exemplo em nossas vidas.

#projetolarilins

10 abril 2014

2.1 Meu aniversário!


Quando parei pra pensar no meu aniversário só pensei em uma palavra: obrigada. 

Obrigada Deus por ter me dado a oportunidade de me reinventar nesses 365 dias, se a Larissa do ano passado e a de hoje se encontrassem, acho que sairiam no tapa kkkkk Porque a Larissa de hoje aprendeu na marra a amadurecer, e conseguiu depois de um tempo deixar de ser tão infantil, mas preservando um pouco da doçura de uma criança. Aprendi que Deus é início, meio e fim. Aprendi que não sou nada sozinha, e a felicidade não é NADA se não for compartilhada e vivida com as pessoas que nos amam. Finalmente entendi que amar alguém é uma escolha diária, e ser amado de verdade por alguém é um privilégio que devemos honrar!

Esse foi O ANO da minha vida. A mudança física e todos os quilos perdidos não se comparam a mudança interna. Finalmente entendi que família é o bem mais precioso que Deus pode dar: pai, mãe e irmã, vocês são os grandes amores da minha vida. Aprendi que não sou perfeita e que ser uma pessoa boa não significa não errar, mas significa não desejar intencionalmente ferir alguém. Aprendi sobretudo que não existe caso perdido para Deus, sempre podemos recomeçar, remendar, colocar cola no coração e seguir em frente.

Entendi que beleza pode até pôr a mesa, mas o que alimenta a alma é o respeito, o carinho, a sinceridade. Obrigada aos meus amigos simplesmente por terem escolhido ser meus amigos, porque apesar de todos os defeitos, vocês entenderam meu coração e estiveram sempre ao meu lado. Espero que a cada ano eu cresça mais, eu possa fazer as pessoas ao meu redor felizes, espero encontrar o meu caminho sem machucar ninguém no percurso, ao contrário: quero a cada dia juntar mais caminhos ao meu.

Obrigada Deus, por mais esse aniversário. Não apenas um aniversário de idade, mas um aniversário de uma pessoa que finalmente abriu a porta pra vida, deu à mão a Deus e disse: vem, já estou sorrindo e pronta para tudo o que você tem a me dar, vida, hoje eu já não tenho medo de vivê-la. Vem, e traz amor, felicidade e esperança a cada dia. ♡♥


07 abril 2014

A fé é o maior alimento!


Cheguei do encontro de jovens com Cristo APAIXONADA. Deus é perfeito. Cheguei em casa e encontrei uma família PERFEITA que preparou toda essa surpresa pra mim. Hoje não tem dieta, eu jamais deixaria de comer algo feito com tanto carinho pelos meus paizinhos, hoje não tem aperreio, só tem amor. Amor de pai, de mãe, de irmã, de todos meus familiares e amigos. Amor de Deus! Boa noite marombinhas amados♥♥"Nada te perturbe, nada te amedronte, tudo passa, a paciência tudo alcança... A quem tem Deus nada falta, só Deus basta"



Eu cheguei do SOS Curados pelo Amor e não consegui dormir ainda, até pouco tempo fui recepcionada de braços abertos por toda minha família, e quando eu cheguei e fui um pouco demente (kkkkkkk) e perguntei de quem era o aniversário porque tinha bolo, guaraná, e mainha disse que era como se fosse meu aniversário (que aliás é quinta-feira dia 10, agora) e ela tem razão: eu ganhei um presente tão grande, que merecia uma festa, eu encontrei no meu coração o amor de Deus.

E não é careta ou chato jovem falar de amor. Chato é filho batendo em mãe, é pai que não sabe nem o time do seu filho, chato é perder seu irmão pras drogas ou pra violência. Crer e amar Deus é lindo, é puro, e eu desejo do fundo do meu coração que todos encontrem a fé que eu encontrei, uma fé justa, que ama e confia.

Hoje minha oração não é pedindo pra Deus fazer a minha vontade, mas sim para que ele faça na minha vida o que for da vontade dele, e que me dê paz e serenidade pra cumprir as missões que eu tenho nessa vida. Hoje eu só queria abraçar minha família e dizer o quanto os amo e o quanto eu quero amá-los até o fim da minha vida. E hoje eu fiz isso de todo coração, fiz por mim e por milhares de pessoas que não tem a graça de ter seus pais e sua irmã (que eu ja disse 1000 vezes, é o amor da minha vida) ao seu lado, porque a vida ou Deus os levou.

Não falta dinheiro no mundo. Não falta comida. Falta fé e Deus, esse é o alimento mais escaço, especialmente entre os jovens, mas não precisa ser. Mude hoje, amar é uma decisão, ninguém pode escolher por você. Meu nome é Larissa Lins da Rocha Silva, eu tenho MUITO orgulho dos pais e da irmã que eu tenho, e tenho orgulho de dizer que uma mão minha está com minha família, e a outra entrelaçada com meu Pai do céu. Eu tenho 20 anos, e ter fé foi a escolha menos "careta" que eu já fiz nessa vida. 



DIETA DELÍCIA - 2013 © Todos os direitos reservados | LAYOUT POR: LEISE - BLOG UNHAS NATALENSES
imagem-logo